Resenha - Garota Exemplar (livro/filme)

Garota Exemplar - Gillian Flynn

Denso. Misterioso. Insano.

Garota Exemplar, escrito por Gillian Flynn conta a história do casal Nick Dunner e Amy Elliott no filme retratados por Ben Affleck e Rosamund Pike.

Amy some no dia de seu aniversário de 5 anos de casamento e Nick avisa a policia tão logo quanto nota seu desaparecimento. No entanto, o comportamento de Nick aliado às suas mentiras fazem com que ele se torne o suspeito número um da policia.

A história demora um pouco para começar a desenrolar. No entanto, quando os mistérios começam a ser desvendados, fica bastante dinâmica e quando você acha que a história está prestes a se resolver, você nota que está só na metade e que ainda há muita coisa para acontecer.

O diário de Amy vai sendo mostrado no decorrer da trama mostrando a vida do casal antes do sumiço dela, o que faz a história ter muitas idas e vindas, o que não atrapalha em nada o entendimento. Pelo contrário, não vejo forma melhor da história ser retratada.

Garota Exemplar Filme

A tensão cresce a medida que a policia vai encontrando as pistas do crime e por mais que você desconfie do que pode ter havido, acredite em mim, você ainda vai se surpreender muito!

A história tem suas falhas, não tenho como falar delas sem dar spoilers, portanto irei me abster disso. Mas estas falhas não tornam a história menos intrigante e talvez você só note se parar para analisar os fatos mais a fundo.

A atuação de Rosamund Pike no filme é impecável (confesso que não conhecia a atriz até ver este filme, mas já ganhou meu respeito). Ben Affleck também desenvolve muito bem o papel, nos deixando confusos no início da história atingindo o objetivo do filme!

Você vai se confundir, se surpreender, se chocar! 


Garota Exemplar Filme

Curiosamente eu assisti primeiro o filme e li o livro depois. Achei a adaptação para o cinema incrível! Os pequenos detalhes que o filme não mostra não alteram em nada o sentido e entendimento. Além do mais, o filme tem 2h30 de duração. Se o livro fosse retratado com detalhes ele teria no minimo 3h.

Apesar de eu saber quem era o vilão - por já ter assistido o filme - ao ler o livro eu me compadeci dele, como se as coisas pelos quais o vilão passou justificassem as atrocidades por ele cometidas. Mas no decorrer da leitura, mediante os fatos, o ódio pelo personagem volta a surgir como surgira ao assistir o filme. É fantástico que uma história possa mexer tanto assim com a gente!

E você? Viu o filme ou leu o livro? Diga o que achou aqui nos comentários!

Nenhum comentário

Postar um comentário