CCXP 2015 - #EUFUI

Comic Con Experience 2015

Namoro um nerd e sou apreciadora da cultura pop. Isso já basta para marcar presença num evento como este! Como tudo na vida é uma questão de ajuste de expectativas, a CCXP foi exatamente o que eu esperava dela! Por isso escrevi este post para contar um pouco da minha experiência para vocês.

Como nem tudo é um mar de rosas, passamos alguns perrengues que irei compartilhar para que aqueles que planejam ir ano que vem não cometam os mesmo erros que cometemos.

A ida

Lição nº1. Não confie piamente no GPS
O GPS nos levou por um caminho longo e tortuoso para uma entrada da São Paulo Expo que estava com acesso impedido. Portanto, informe-se antes sobre qual entrada estará acessível!


Lição nº2. Não acredite no flanelinha

Ele vai dizer que o estacionamento do evento está cheio e tentar te convencer de deixar o carro na rua. Ele nos cobrou R$50 pela vaga. Topamos pagar R$35 (preço cobrado no estacionamento do evento) mas chegando lá, vimos que o estacionamento é enorme e que tinhas muitas vagas.


O evento

Comic Con 2015
O Cosplay do Jack Sparrow foi um dos melhores que vi lá!
Como eu disse no início, tudo é uma questão de ajuste de expectativas, por isso o evento que pra mim foi ótimo, pra outras pessoas, com expectativas e objetivos diferentes talvez não tenha sido.

Fomos para o evento em quatro pessoas: eu, o Rafa (meu namorado), um amigo e o irmão dele. Vou contar como foi a experiencia para mim e para o Rafa, até porque não passamos o evento inteiro com nossos amigos e fomos lá com intenções diferentes. 

Eu e o Rafa não tínhamos grandes pretensões. Não fui para comprar nada nem para ver nenhum painel. Isso fez bastante diferença, afinal fomos no sábado e as filas para os painéis eram enormes. Os preços dos produtos também eram altos, por isso lá dentro só gastei dinheiro com comida.

Minha intensão era ver os estandes, os action figures, os cosplays mais legais, figurinos dos personagens e, se o cosmos estivesse a nosso favor, tirar uma foto com Jovem Nerd e Azaghal!

Andamos bastante, vimos tudo o que gostaríamos de ver, descansamos sentados no chão (algumas vezes), tiramos fotos e mais fotos, eu tive vontade de ir na piscina de bolinhas do filme da Dori (mas desisti graças ao tamanho da fila =/ ), e fui (algumas vezes) no estande da Nerd Store, na esperança de ver Jovem e Aza... sem sucesso.

Após algumas voltas, encontramos os dois jogando um jogo de cartas num estande e decidimos parar para ver, ao menos nos renderiam algumas fotos deles ainda que de longe. Pois bem, o jogo acabou e a moça do estande orientou as pessoas a formarem uma fila caso quisessem tirar foto com o dois! BINGO! Nossa chance!

E assim foi. Entramos na fila, aguardamos nossa vez e voilá! Tiramos uma foto com os nerds! Missão Cumprida!

Jovem Nerd e Azaghal
Azaghal Positivo!
Não demorou muito e então reencontramos nossos amigos para irmos embora. Ao sairmos, fomos pegos por um temporal. E aí vem a lição de número 3:


A volta

Lição nº3 Nunca, jamais, em hipótese alguma acredite no flanelinha.
Essa foi a hora que amaldiçoei até a terceira geração da família do cara. Se o carro estivesse no estacionamento, não teríamos gasto dinheiro com capas de chuva e não teríamos molhado tando nossos sapatos/pés.

Depois que chegamos no carro a chuva amenizou, tiramos nossos sapatos e descemos a serra tranquilamente.

Conclusão

Foram alguns perrengues para ir e para voltar, mas o evento em si nos entregou exatamente o que esperávamos dele (lembrando que estou falando apenas da minha visão e do Rafa sobre o que o evento representou para nós).

É claro que talvez tenha faltado um pouco mais de organização em relação a infraestrutura e etc. Também acho que o evento deveria ocorrer em uma época do ano mais fria para ser mais confortável (talvez eu até me encorajasse a fazer cosplay de princesa Merida). Mas essa é só a segunda edição do evento. Caso seja a intenção dos organizadores melhorar, creio que não será difícil.

Esta foi a minha experiencia na Comic Con! Espero que tenham gostado do post!!! Até quinta!

Nenhum comentário

Postar um comentário